https://www.granolandia.com.br/oleaginosas
top of page
Buscar

A Creatina no Cérebro

Atualizado: 23 de abr.

Embora a creatina seja mais conhecida por seus benefícios para atletas e praticantes de musculação, ela também pode oferecer vantagens para pessoas que não frequentam academia.


Homem segurando uma creatina


Melhora do Desempenho Cognitivo: Estudos sugerem que a creatina pode ter efeitos positivos na função cerebral, incluindo melhora da memória, concentração e desempenho cognitivo geral. Isso pode beneficiar pessoas em diferentes aspectos da vida cotidiana, como trabalho, estudos e atividades diárias que exigem foco mental.

Aumento da Energia: A creatina desempenha um papel importante na produção de ATP (trifosfato de adenosina), a principal fonte de energia celular do corpo. Tomar creatina pode ajudar a aumentar os níveis de ATP disponíveis, fornecendo assim mais energia para atividades físicas e mentais.

Suporte para a Saúde Cerebral: Além de melhorar a função cognitiva, a creatina também pode fornecer suporte neuroprotetor, ajudando a proteger o cérebro contra o estresse oxidativo e danos celulares. Isso pode ser benéfico para a saúde cerebral a longo prazo e pode ajudar a reduzir o risco de doenças neurodegenerativas.

Melhora da Recuperação Muscular: Mesmo para aqueles que não praticam exercícios intensos, a creatina pode ajudar a promover uma recuperação muscular mais rápida após atividades físicas moderadas, como caminhadas, corridas leves ou tarefas domésticas que envolvam esforço físico.

Suporte para a Saúde Óssea: Alguns estudos sugerem que a creatina pode ter efeitos positivos na saúde óssea, ajudando a aumentar a densidade mineral óssea e reduzir o risco de osteoporose e fraturas ósseas. Isso pode ser especialmente importante para pessoas mais velhas, que têm maior risco de problemas ósseos.




 

Fonte: integralmédica, Dr. Diogo Deja.


22 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page